Sobre o Blog

Examinando Pixels é a versão em português do blog Perusing Pixels, um diário fotográfico da jornada da jogadora Twin Pistols através da série de jogos Tomb Raider. Use os links à direita para encontrar um jogo ou fase em particular, ou veja abaixo o último post.

Siga @PerusingPixels no Twitter e/ou curta a página do Facebook para atualizações do blog original e outras coisas relacionadas a Tomb Raider.

Sunday, March 3, 2013

The River Ganges

Com a imagem dos cadáveres dos colegas exploradores Randy e Rory, mutilados e levitando, ainda fresca em sua mente, Lara Croft deixa as ruínas do templo, exploradas completamente, ainda sem o Artefato Infada pelo qual ela está procurando. Se deparando com o campista maluco, Tony, visto pela última vez correndo para dentro da selva e gargalhando, Lara nota que ele teve um pouquinho mais de sorte do que ela; incrustado em seu peito está a pedra Infada. Uma batalha entre os dois se segue, a qual, graças aos novos poderes sobrenaturais de Tony, termina com Lara quase sendo esmagada por um pilar, e observando, impotente, conforme Tony conduz sua jangada rio abaixo e longe de vista. Levantando-se, ela se prepara para ir atrás dele a pé, antes de avistar uma melhor opção: um quadriciclo.

Ah, O Rio Ganges. Rios violentos, cachoeiras estrondosas, folhagens exuberantes e criaturas exóticas; tudo isto, e mais, pode ser avistado brevemente, conforme você passa voando em um quadriciclo. Eu estou avisando, esta fase é curta. Levou mais tempo para eu escrever essa pequena sinopse aí em cima, que para terminá-la, e eu não sou exatamente uma pessoa que faz speedruns. Eu meio que queria ter ido atrás dos segredos, só para ter algo pra fazer.

Bem, seguindo com a análise. Não desça a página muito rápido, porque você passar direto por ela:



Um começo bem melhor que o da última fase; nenhuma cobra à vista, e o incrível quadriciclo estacionado bem ao alcance dos olhos.



Contras: Nenhuma arma embutida. Prós: Não se parece com isto.



Wheeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!……



……eeeeeeeeeeeeeeeeee… ai merda… RÉ RÉ RÉ RÉ RÉ R-



Não faz mal, Lara sempre pode sequestrar uma águia e atirar naquele ladrão louco de pedra Infada por cima. Não que a águia pareça muito contente com a sua súbita promoção. 



“Pelo menos ela não está me chutando na cara…”



O trajeto do quadriciclo/ave incomodada por fim acaba quando o rio dá lugar a uma pequena cachoeira.



A jangada de Tony jaz, quebrada, no pé da cascata, mas ele mesmo desapareceu, junto com o artefato de Lara.  



Só tem um caminho pelo qual ele pode ter ido. Lara parte atrás dele…



… O QUÊ?!



20 minutos e um segredo?



Eu pensei que tinha conseguido, de alguma forma, pular um pedaço enorme da fase, então eu pesquisei e não, a verdade é que existem duas maneiras de se chegar ao final, e eu sem querer escolhi o caminho (ligeiramente) mais fácil. Então eu comecei de novo, escolhendo ir para a direita, ao invés da esquerda, desta vez: 



Lara logo é confrontada por uma porta fechada, forçando-a a descer do quadriciclo, e efetivamente trabalhar um pouco.



Existe um monte de macacos neste lado da fase, mas a maior parte deles faz o melhor que pode para evitar um confronto, desde se esconder atrás de arbustos, até se render completamente…



Não que isso lhes faça algum bem. É de Lara Croft que nós estamos falando.



Lara encontra as duas chaves necessárias para abrir o portão bem facilmente, e pode continuar a sua jornada. 



Não leva muito tempo até estarmos de volta à cachoeira com a jangada quebrada…



E nós terminamos (de novo)! Desta vez, em mais respeitáveis 30 minutos (embora sem nenhum segredo, mas eu acho que todos nós podemos aceitar o fato que eu não sou uma pessoa que pega segredos).



Acorde, Lara! Mais uma fase, e nós estamos fora deste lugar…

1 comment:

  1. Como sempre, trabalho fo&@ de tradução Lodair! Twin nos tirando boas gargalhadas faz uma parte do nosso dia ser ainda melhor.

    ReplyDelete