Sobre o Blog

Examinando Pixels é a versão em português do blog Perusing Pixels, um diário fotográfico da jornada da jogadora Twin Pistols através da série de jogos Tomb Raider. Use os links à direita para encontrar um jogo ou fase em particular, ou veja abaixo o último post.

Siga @PerusingPixels no Twitter e/ou curta a página do Facebook para atualizações do blog original e outras coisas relacionadas a Tomb Raider.

Saturday, September 8, 2012

Furnace of the Gods

Eu espero que você tenha tido tempo suficiente para contemplar as muitas observações inovadoras e inspiradoras que eu faço em minha análise da fase Fool's Gold (um aspirador de pó ligado a um marcador de etiquetas seria um bom substituto para um lança-chamas? Nós estamos em algum tipo de crossover anômalo-temporal com Futurama? Sério, qual é a dessas imagens todas de Stalin? (Francamente, eu deveria liberar algumas notas para estudo)), mas no momento é imperativo que sigamos para a próxima fase, principalmente porque eu estou desesperada para jogar Tomb Raider III, mas ainda tenho três fases deste jogo para terminar.

Pode parecer que eu não esteja particularmente gostando de The Golden Mask, e isto se deve em parte ao fato que eu não estou, mas tenho esperanças que isso mudará daqui para frente; Furnace of the Gods, uma vez que começou de fato, foi uma fase bastante agradável, com um visual bem variado. Além disso, algumas partes dela me lembraram de Atlantis - a Atlantis legal, não aquela de Unfinished Business.



O começo da fase, aparentemente. Pelo menos é a primeira imagem que aparece na minha pasta do FRAPS. Faz tanto tempo que eu comecei esta fase que eu pessoalmente não me lembro.



Continuando através de uma série de armadilhas de espinhos mal iluminadas, nós somos levados a esta sala gigantesca, fracamente iluminada por cima.



Ei, os lobos de Tomb Raider I voltaram! Com certeza isto dá uma variada naquela onda interminável de felinos articos.



... A cabeça e os pés dela estão em direções opostas. Esta foto faz o meu pescoço doer.



Entre lobos brincalhões e esqueletos preguiçosos, você pode dar uma espiada na Máscara Dourada, que dá nome ao jogo. Sim, nós já a achamos! Então nós podemos dar a volta, ir para casa, e jogar Tomb Raider III agora, certo Lara? Certo?



Os fantasmas de gelo da primeira fase aparecem novamente, posando como estátuas translúcidas.



Ao pegar a máscara, eles se tornam vivos, como você pode ver deste ângulo bastante dramático da câmera. Levou vários segundos de correria (Lara) e gritos (eu), antes de eu perceber que eles eram apáticos.



Aqui está a máscara, para quem quiser dar uma olhada mais de perto. Por que ela tem retalhos de pele no lugar onde os olhos deveriam estar? *Calafrios*



A Fornalha (ou onde quer que estejamos) está lotada de rostos feios entalhados nas coisas. Este aqui parece um Shinigami...



... E aqui nós temos o que só pode ser o resultado de um romance ilícito entre um boneco troll e uma árvore em decomposição.



A seção seguinte da fase gira, em grande parte, em torno do que eu erroneamente presumi ser um rio de ouro líquido.



No final das contas é somente um monte de líquido inflamável mortal com uma coloração extravagante.



Esta parte em particular me lembrou de Natla's Mines. Substitua o ouro por lava, e é quase como se você estivesse em um Tomb Raider clássico (só estou brincando, TR2G! Não fique bravo e me mande de volta para The Cold War agora!).



Eu nunca tinha visto a Lara fazer isto com suas pistolas antes. Isto é incrível! Está quase no mesmo nível de chutar uma águia na cara.


Eu me deparei com as seguintes pinturas de parede enquanto estava atravessando o rio. Tenha paciência comigo conforme eu tento traduzi-las. 


It’s fun to stay at the Y…M..C…A!



Um Urso Polar poser comete a infração blasfema de dançar livremente ao som do refrão da música, e é justificadamente condenado pelo Rosto Dourado Gigante das Coreografias Aceitáveis. 



Por seus crimes, o Urso Polar é jogado em um poço de fogo, que aparentemente o transforma em um cubo de gelo gigante. NÃO É ASSIM QUE O FOGO FUNCIONA. 



O Rosto Dourado é momentaneamente apaziguado, até notar o dançarino à sua esquerda fazendo movimentos que decididamente não têm nada a ver com um “C”...



No final, contudo, é o Urso Polar que ri por último, desfilando provocantemente ao redor de sua pequena caverna de gelo, e fazendo gestos totalmente nada a ver com o alfabeto, para contentar o seu coração.


 

Aqueles de vocês que tiveram dificuldade em seguir minha linha de pensamento para essas últimas fotos, por favor, apreciem estas imagens de Lara parecendo bêbada, como uma alternativa.



Qual é a desse jogo com estes finais de fase com abismos aparentemente intermináveis? 



Alguém realmente se dá ao trabalho de descer uma escada corretamente em Tomb Raider, ou vocês fazem como eu e simplesmente deixam Lara cair, apertando Ação de vez em quando para tentar evitar que ela quebre o pescoço? 



Lara encostada provocantemente em uma parede. “Oi, você aí.”



Outro momento bem Atlântico. Eu suponho que essa fase é uma Atlantis melhorada, uma vez que não há centauros nela. 



Nós terminamos a fase em uma jaula, guardada por um par de esquimós baleeiros (?). Nós passamos esta fase inteira indo para baixo, e contudo, de alguma maneira, emergimos em um lugar com um pouco de céu. Eu não estou reclamando, o céu ainda é uma novidade nesta série. 



Simplesmente ignore a parte dos segredos, okay?

1 comment:

  1. Muito bom como sempre. Pena é a Twin não ter o tempo necessário pra terminar as fases. Pelo menos assim o PP e o EP duram por mais tempo ainda e as risadas são sempre garantidas.

    ReplyDelete